Je suis poussé par l'amour" Cap. 4 – Possibilidades?

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010 2 comentários
Je suis poussé par l'amour" por: Natalie ( @_Sweetcalypso )Cap. 4 – Possibilidades?Naquela noite, Sonhei que estava na água, mas não só com as pernas ou os braços, eu estava completamente submersa e o mais estranho, eu respirava embaixo d’água, não sabia a que profundidade estava, mas sabia que estava bem fundo, quando derrepente, a água começou a formar padrões luminosos a minha volta, em segundos, eu estava olhando cenas da minha própria vida, na verdade, não eram exatamente a minha vida, mas os melhores momentos delas, do jeito que eu imaginei, e não do jeito que aconteceram .
Vi o meu primeiro encontro, com aquele garoto, o Jay Greenberg na semana passada, ele jogava futebol americano na minha escola, eu tinha uma quedinha (na verdade, tinha um tombo inteiro) por ele já fazia 2 meses, e um belo dia ele me convidou pra sair, na imagem formada pela água, eu o vi me beijando, o que na verdade não aconteceu, já que umas líderes de torcida animadinhas tinham nos seguido e vieram pulando falando que nós éramos o casal mais super fofo do mundo... depois disso elas não nos deixaram mais em paz. Depois dessa nós decidimos parar com os encontros por ali mesmo,
Vi outros momentos da minha vida e neles tudo era perfeito, mas derrepente, vi uma imagem a qual não reconheci de minhas memórias, eu estava no topo de um monte, com vista para uma praia, estava iluminada pela luz da lua e das estralas, eu acho que nunca vi uma noite mais bonita, eu estava sentada,usando um vestido branco perolado, só conseguia ver minhas costas, mas sabia que o vestido era lindo, eu estava com as mãos estendidas no chão, me apoiando, e em uma das minhas mãos, havia uma coisa, não era uma coisa qualquer, era a mãe de uma pessoa, entrelaçada com a minha, foquei minha atenção na outra pessoa que estava comigo. Ele estava sentado também, mas deu pra perceber que era alto, tinha ombros largos e cabelo loiro bagunçado de um jeito lindo, então ele falou e confirmou todas as minhas suspeitas de quem poderia ser...
-Finalmente está tudo em paz. – disse Kyle – Eu não acredito que demorou tanto pra agente se entender.
Eu corei e disse. – A perfeição leva tempo. – sorri e voltei meu olhar para ele. Ele me olhou de volta, começou a se aproximar mais de mim, e então tudo desapareceu, onde havia luz, cor, e perfeição antes, só haviam escuro, frio e água agora, quando o brilho começou novamente, apenas apareceu uma palavra em grego antigo na água, "possibilidades" e assim eu acordei.
Acordei meio confusa... o que era aquele sonho? Porque Kyle estava nele? Porque "possibilidades" ? imaginei que com o tempo eu conseguiria as respostas... tentei não pensar nisso, mas o sonho voltou aos meus pensamentos no momento em que Annabeth veio falar comigo, ela percebeu que havia algo errado comigo, então contei meu sonho a ela, ela ficou pensativa por um momento e disse:
-Você e meu meio irmão hein? – então ela riu e disse: - Por isso que ele anda sonhador esses dias,
-Eu não sei porque sonhei com ele, em um momento eram apenas memórias melhoradas, no outro eu estava me vendo com ele, e depois apareceu a palavra "possibilidades" e eu não entendi mais nada.
- Hum... Possibilidades, deve ser por causa da sua mãe, Sendo filha de Afrodite, você pode ver mais possibilidades que qualquer um.
Eu ia falar algo quando Quíron veio correndo em minha direção e disse: -Venha comigo, Agora.
Fomos correndo até a casa grande, acordando Sr. D. que cochilava em sua cadeira, ele praguejou algo, mas nós continuamos correndo, ele me levou até um aposento estranho onde eu vi uma garota sentada em uma cadeira, eu logo a reconheci. Era a Rachel ela era "o oráculo" do acampamento. Ela estava suada, tremendo, mais branca do que de costume e o mais estranho, ela estava chamando meu nome como se fosse morrer se eu não viesse, por um momento, eu senti pena. Então ela abriu os olhos que estavam totalmente verdes e falou em uma voz que ecoou no recinto.
Fiquei totalmente assustada, boquiaberta, perplexa, e todas essas coisas juntas. Rachel voltou ao normal e então desmaiou, eu quase segui o exemplo, mas uma voz que eu reconheci como a de meu pai me disse em minha cabeça "Não, você precisa ser forte!"Então Quíron apareceu do meu lado e disse:
-Parabéns, você tem uma missão.
Meio-Sangues irão viajar,
O heróico irá liderar, e sua culpa reconhecerá,
A de dois irá ajudar, e sua possibilidade, realidade se tornará,
A ex-prisioneira, ajudar e libertar.
Mas o poder, para trás não devem deixar,
Para a ruína da natureza, não provocar.

2 comentários:

Postar um comentário

 

©Copyright 2011 Cabeças de Alga MS | TNB