Cap. 9 – Minha conversa vai por água abaixo

sábado, 22 de janeiro de 2011 0 comentários
Eu sabia que iria falar com ele, mas não sabia o que... fui andando até onde ele estava e me sentei no chão ao lado dele, Annabeth me deu um olhar encorajador, fiquei alguns segundos pensando no que dizer, então eu disse:
-Oi, o que vc está fazendo com esse pedaço de madeira ?
-Só mais um segundinho eeee, pronto!
Ele me entregou o pedaço da madeira que estava usando e o que foi um simples pedaço de madeira, agora era uma pequena coruja de madeira, era muito bem feita, Kyle tinha bastante talento pra isso.
-Nossa, é linda! – disse eu ainda olhando para a pequena escultura que eu tinha nas mãos.
-Não é nada demais - disse ele com uma voz triste - é só pra passar o tempo. Posso te perguntar uma coisa?
-Claro que pode. – disse eu, esperando que ele me perguntasse se eu gosto dele, assim ficaria mais fácil de conversar com ele.
-O que é esse seu pingente que vira adaga? – perguntou ele acabando com as minhas esperanças.
-Ah, é mais ou menos como a espada de Percy. – eu disse enquanto puxava o pingente, o transformava em adaga e depois em espada, o brilho do bronze refletia a luz da lua – Só que não tem nome, não que eu saiba.
-Onde você a conseguiu?
-Com Simon Hilson, do chalé de Hefesto.
-Simon Hilson te deu um colar com um pingente de coração?! – ele perguntou parecendo nervoso.
-Na verdade não foi ele que me deu, ele só guardou pra mim, esperou eu chegar e o passou pra mim, o colar foi um presente do pai dele!
-Um colar com um pingente de coração?!
-O que isso tem a ver? –eu já estava gritando – Isso é uma arma! Eu não sei porque tem esse formato, poderia ter o formato que fosse, esse pingente pertence a mim e eu ainda assim o usaria! – eu estava com tanta raiva que senti as ondas se agitando, então controlei minha voz, limpei uma lágrima com s costas da mão e disse: - não sei porque estou explicando isso pra você!
Ele não seguiu meu exemplo, apenas gritou mais alto.
-É, você não precisa explicar nada pra mim! Sua vida não é da minha conta! Eu não acredito que fui tão idiota a ponto de me apaixonar por você, é obvio que você não sente nada por mim! – então ele saiu andando na direção das escadas.
-Você não foi um idiota. – gritei para ele – você é um idiota, a ponto de não notar que eu também me apaixonei por você!
Percy e Annabeth nos olhavam confusos. Kyle continuou andando e eu... bem, como sempre, agi sem pensar e fiz uma coisa estúpida, saí correndo até a um dos lados do navio, subi no parapeito e me joguei no mar.

0 comentários:

Postar um comentário

 

©Copyright 2011 Cabeças de Alga MS | TNB