Fic PJ - Je suis poussé par l'amour – Cap.7 – Procuro algumas respostas

sábado, 1 de janeiro de 2011 0 comentários

Cap.7 – Procuro algumas respostas
Bom, se eu precisava de respostas sobre minha relação com a água, Graças aos Deuses o meu meio-irmão Percy estava nessa missão,eu já sabia a quem faria as minhas perguntas, então eu olhei para ele e Annabeth, eles estavam la conversando e sorrindo, dava pra sentir o amor deles, eu realmente queria interromper isso? Não, eu não queria. Mas eu nem precisei, enquanto observava o amor deles, meu olhar fugiu para Kyle e o que era uma olhar feliz se transformou em um olhar triste, Annabeth pareceu perceber isso, porque ouvi ela me chamar, quando eu olhei ela estava abanando uma das mãos para que eu fosse me sentar com eles, ela estava com um a expressão triste e preocupada enquanto ela alternava seu olhar entre mim e Kyle. Então fui até la, me sentei e perguntei como eu consegui fazer aquilo com a água, porque eu desmaiei e como encontraríamos aquele redemoinho.
-Natalie – disse Annabeth - Você é filha do deus do mar, e assim como Percy, você tem poderes sobre a água, os poderes podem se desenvolver de jeitos diferentes para meio-sangues diferentes, eu ainda não entendi bem o seu poder, mas você pode nos dar respostas, não respostas completas, mas pedaços delas, você nos mostrou onde chegar, mas não como chegar, eu imagino que esse redemoinho vá ser um obstáculo, mas sinto que algo de importante vá acontecer la.
-E não se preocupe com os desmaios maninha – disse Percy – esse poder drenou muito a sua energia, com o tempo melhora. E vocês duas não precisam se preocupar em como chegar la, eu consigo sentir, quando a Natalie formou aquela imagem do redemoinho e da ilha eu senti uma energia, e consigo senti-la na água e ela vai ficando mais forte é só segui-la que nós chegaremos onde quer que tenhamos que ir.
Quando ele disse isso, eu senti, era como uma força invisível me puxando na direção correta, e era a mesma força que eu senti quando formei aquelas imagens com a água. Bom, pelo menos essas respostas eu já tinha, e agora, eu podia me concentrar em outro problema... O modo como Kyle estava agindo.
-Annabeth - disse eu – Posso conversar com você?
-Claro que pode. – nesse momento ela me olhou, e viu meu olhar entristecido, o dela também se entristeceu então ela disse – ãhn.. Percy? Você poderia nos dar licença um pouco? Va checar o mar ou qualquer coisa, eu e a Natalie precisamos ter um papo de garota.
-Ah, claro. – disse ele – vou explorar por ai. Qualquer coisa eu grito ok? – ele riu.
-Ok – dissemos eu e Annabeth juntas.
Ele saiu andando, entrou Por uma porta e desapareceu. Quando ele não estava mais ao alcance dos olhos, Annabeth disse:
- É sobre Kyle não é?
-Como você sabe? – perguntei.
-Eu te vi olhando pra ele.
-Eu queria saber por que ele está se comportando assim, poxa, ele me beija e depois fica assim? Me evitando o Maximo que pode? Não fala mais nada sobre o assunto? O que ele quer que eu faça? Esqueça? Desculpe mas eu não posso, e se ele queria que eu não pensasse mais nele e não tivesse esperanças, porque ELE estava cuidando de mim quando eu desmaiei? –a essa altura eu já estava chorando, Annabeth deu um tapinha no meu ombro tentando me confortar.
-Olha Nat, posso te chamar de Nat né?
Eu assenti.
-Então Nat, ele só está com medo.
-Medo? Medo do que?
-Ontem, quando nós chegamos ao chalé, eu disse algo como "eee maninho hein? Ta apaixonado" então ele ficou sério e disse que não era para eu zombar disso, eu perguntei se havia algo errado, ele disse que sim, eu perguntei o que, e ele disse que ele tinha cometido um erro beijando você, porque ele nem sabia se você gostava dele ou não,ele disse que você agiria de um jeito diferente com ele e que ele tinha estragado tudo até mesmo uma possível amizade, então eu perguntei a ele se estava acontecendo de novo e ele disse que não.
-Acontecendo de novo? O que? – perguntei.
-A um tempo atrás, ele se apaixonou por uma filha de Afrodite, mas ela estava apenas usando ele, da ultima vez ele disse que dava pra sentir a magia, dessa vez não, ele gosta de verdade de você e está com medo de se magoar.
-Você acha que eu deveria conversar com ele?
-Eu acho.
-Preciso tomar coragem, mas eu tenho que fazer isso até o fim da missão.
Annabeth estava pronta para dizer algo, mas foi interrompida pelo grito de Percy. Então eu, Annabeth e Kyle corremos para ajudá-lo.
Fic PJ - Je suis poussé par l'amour – por: Natalie ( @_sweetcalypso )

0 comentários:

Postar um comentário

 

©Copyright 2011 Cabeças de Alga MS | TNB