Fic PJ - Je suis poussé par l'amour – Por: Natalie ( @_sweetcalypso ) Cap. 12 – Chegamos onde precisamos ir

sexta-feira, 24 de junho de 2011 3 comentários
    Quando cheguei até meus amigos, eles pareciam tensos, estavam olhando o mar, que ia ficando mais raivoso.
    -Talvez, se combinarmos os poderes do Percy e da Natalie agente consiga passar na ida e na volta sem morrer. – Disse Kyle.
    -Não vai dar – disse eu, assustando meus amigos que não tinham reparado que eu estava la.  Eles se viraram pra me ver e eu continuei falando.
    -Talvez na ida, mas na volta, Percy não estará aqui para nos ajudar.
    -Você esta dizendo que minha mãe falou com você no seu sonho que Percy iria morrer? – disse Annabeth com lagrimas nos olhos.
    -Morrer? Não. – disse eu – desculpe, me embolei um pouco, sua mãe me disse que quando chegássemos até esse lugar aonde temos que ir, você e Percy devem voltar. Apenas Kyle e eu devemos ir até o fim.
    -Foi bom conhecer vocês. –disse Percy, olhamos para ele com cara de “não acredito que você disse isso” e então ele disse. – Desculpe, pensei alto. Mas, vocês estão sempre brigando, como vão conseguir se manter vivos?
    -Vamos ter que parar com isso. – disse eu – e se for preciso, teremos que parar de nos falar, apenas quando for realmente preciso.
-Isso não.  – disse Kyle – olha, eu sei que tenho sido um idiota esses dias, mas eu estava confuso, e ainda estou, mas isso não pode atrapalhar a missão, pode ficar tranqüila, não vou mais causar problemas.
-Obrigada. – disse eu. – Então, o que fazemos agora?
-Esperamos – disseram os três juntos.
Então nós esperamos, e esperamos e esperamos, parecia uma eternidade, eu já estava quase dormindo quando o navio começou a balançar raivosamente, então eu vi, era um redemoinho enorme, mais ou menos o tamanho de um campo de futebol americano. Estávamos avançando muito rápido para ele, em questão de minutos seriamos engolidos para dentro dele. Espera ai, essa é a resposta. Fiquei um tempinho pensando até que o braço de alguém balançando meu ombro me fez cair na real.
- Vamos controlar a água para ela nos ajudar a contornar. – disse Percy.
-Não! – gritei, eu tive que gritar por causa do barulho da água – temos que entrar no redemoinho!
-Oque? Você está maluca?
-hm.. provavelmente,  mas nos TEMOS que arriscar.
-Então ta bom né ...
Eu gritei para Kyle e Annabeth descerem, então puxei Percy pelo braço até o Maximo da berada que eu pude ir. Estendi minhas mãos para frente, e pedi a água que nos levasse para frente. Atrás de nós se ergueu uma onda enorme e nos jogou direto para dentro do redemoinho. Olhei para Percy com um olhar de advertência, ele retribuiu o olhar e nós dois sabíamos de uma coisa: Precisávamos encontrar os outros agora.
Descemos e ficamos no escritório esperando tudo passar, mesmo se você não tivesse poderes aquáticos dava pra sentir que a não estávamos em águas calmas. Então era só esperar mais. Percy todo molhado, estava enrrolado com uma toalha, tinha uma caneca de algo quente nas mãos e Annabeth estava abraçada nele, eu esta sentada no chão enrrolada em uma toalha, não estava bebendo nada até que Kyle chegou e me deu uma caneca com leite quente, eu agradeci tomei um gole.
Já devia ter passado umas quatro horas quando o mar se acalmou, na verdade, senti que as águas haviam mudado. Não era mais água salgada, era água doce. Esravamos em um lago? Que estranho.
Nós fomos para fora ver o que tinha acontecido por incrível que pareça, o navio estava melhor que nunca.  Estávamos todos nós olhando para frente e não tinha nada, então eu olhei para trás e fiquei tão surpresa com o que eu vi, que cutuquei o braço de quem estava mais próximo de mim, foram virando um por um e suas expressões ficaram igual a minha. Então Percy disse:
-Eu conheço esse lugar.
-O que? – dissemos nós três ao mesmo tempo.
-Eu já estive aqui antes – ele disse – quando fomos pro labirinto. Essa ilha é Ogígia.

3 comentários:

Postar um comentário

 

©Copyright 2011 Cabeças de Alga MS | TNB