Mitologia Diária: A Hidra de Lerna

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011 0 comentários





A Hidra de Lerna era um monstro da mitologia grega. Filha dos monstros Tifão e Equidna, era irmã de Cérbero, o cão de Hades e dos Infernos; Ortro, o cão de Gerion; e a Quimera, monstro com cabeça de leão e corpo de cabra que vomitava fogo. Habitava um pântano junto ao lago de Lerna, na Argólida, costa leste do Peloponeso, na Grécia. A Hidra tinha corpo de dragão e — na maioria das versões — nove cabeças de serpente, cujo hálito era venenoso e que podiam se regenerar.

A Hidra foi derrotada pelo semideus Héracles (Hércules, na mitologia romana), filho de Zeus, em seu segundo trabalho. Inicialmente Hércules tentou decepar as cabeças, mas a cada cabeça que arrancava surgiam duas no lugar. Decidiu então mudar de tática e, para que as cabeças não se regenerassem, pediu ao sobrinho Iolau para que as queimasse com um tição logo após o corte, cicatrizando desta forma a ferida. Sobrou então apenas a cabeça do meio, considerada imortal. Héracles cortou e enterrou a última cabeça com uma enorme pedra. Assim, o monstro foi morto.
Em algumas histórias, conta-se que a deusa Hera (e esposa de Zeus), ao ver que Héracles derrotaria a Hidra, enviou um caranguejo ao local para atrapalhar o herói, mas este esmagou o caranguejo com o pé. O animal foi transformado, então, na constelação de caranguejo — Câncer.
Antes de partir, Héracles embebedou suas flechas no veneno ou no sangue da Hidra, envenenando-as.

0 comentários:

Postar um comentário

 

©Copyright 2011 Cabeças de Alga MS | TNB