Lâmia.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011 0 comentários

"Veria Lâmia, em suas visões, seus filhos devorar, para, no mesmo instante, à vida retornar?" Horácio.



Lâmia era a mais bela princesa de toda a Líbia, filha do deus Poseidon e da deusa Líbia. O deus Zeus, encantado pela sua grande beleza e espírito, se apaixonou pela moça, desencandeando assim a ira de sua esposa, a deusa Hera.
Enfurecida pelo ciúme e impotente de agir contra seu esposo, Hera escondeu os filhos de Lâmia e a transformou num monstro, metade serpente metade mulher, que teria sua fome saciada somente pela carne de crianças, fazendo-a devorar seus próprios filhos.
Com sua vida desgraçada e amaldiçoada, Lâmia vagava pelo mundo, incapaz de fechar os olhos e obrigada a roubar e devorar os filhos de outras mães, sendo ainda atormentada por assassinar sua própria prole. Zeus, compadecido pelo terrível destino de sua antiga amante, cedeu-lhe o dom de poder retirar seus olhos temporariamente, único momento no qual o tormento esquecia.
Em Lamia and other Poems - 1820 (Lâmia e outros Poemas), o poeta inglês John Keats, com base nas informações que encontrou em Anatomy of Melancholy - 1600 (Anatomia da Melancolia), descreve que Lâmia também teria a capacidade de transforma-se em uma bela moça para conquistar o amor de um homem.
Em outras versões da mesma lenda, teria sido a própria Hera a assassina dos filhos de Lâmia e, neste caso, a dor de mãe teria transformado esta última num monstro atormentado por vingança e inveja. Ela embriagava-se após retirar os olhos. Em alguns outros contos, Lâmia ainda aparece como sendo esposa de Keto, tendo como filhos principais os monstros marinhos Skylla e Akheilos.

0 comentários:

Postar um comentário

 

©Copyright 2011 Cabeças de Alga MS | TNB