1- Um Pouco Sobre Mim

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012 0 comentários


Ola, meu nome é Jessica Chosen, bem eu nunca fui uma pessoa normal, literalmente, você deve estar achando que eu sou aquela pessoa que fica bêbada naturalmente e só faz merdas, não, normalmente pessoas me odeiam do nada, policias freqüentam minha casa com freqüência e minha mãe já decidiu que eu estou numa fase rebelde, ela me colocou em um psicólogo porque aparentemente tinha uma imaginação muito fértil.

Uma vez eu fui chamada para uma festa da piscina de uma amiga antiga minha e uma garota que me odiava não sei o porquê tentou me afogar na piscina só que o seu plano de me matar afogada não deu muito certo, pois eu consigo prender a respiração por um tempo, mais ou menos cinco minutos, já me chamaram para equipe de natação mais eu não sou muito chegada, e quando eu perdi a paciência eu abaixei fundo peguei a perna dela e a puxei para baixo ela era muito forte então foi um pouco difícil mais sempre que eu estou dentro da água me sinto um pouco mais forte, quando ela foi para baixo da água ela começou a se afogar então eu levantei e todos estavam olhando para mim.
Aconteceu varias outras coisas desde que eu tinha dez anos como babas que tentavam me matar, funcionários que me olhavam torto, mais quando eu contava para alguém elas simplesmente me ignoravam ou como Ataniel meu amigo e minha mãe ficavam nervosos e falavam que eu devia estar morrendo de sono e para eu ir dormir, foi ai que minha mãe decidiu que eu devia ir ao psicólogo.
Eu vim de uma família muito rica, minha mãe me criou sozinha, meu pai sumiu quando eu nasci. Ela tinha os cabelos castanhos escuros e os olhos castanhos claro, ela era realmente muito linda, eu tinha o rosto igual ao de minha mãe, mas meus olhos eram verdes e meus cabelos pretos, o nome de minha mãe era Melissa, ela era presidente de uma empresa muito famosa, então ela ganhava muito.
Por ter muito dinheiro também tenho muitos amigos falsos e muitas pessoas que me odeiam por isso mais eu tenho dois amigos verdadeiros que estão ao meu lado, desde o sétimo ano, eu sou amiga de Ataniel ele tinha cabelos castanhos encaracolados e uma barba rala, seu jeito de andar era engraçado, pois ele tinha um problema que o fazia andar mancando chegava a ser um pouco engraçado, mas ele era um bom amigo sempre que eu entrava em confusão ele ia me proteger e dava um jeito de que eu não levasse bronca. O outro era Miguel, ele tinha cabelos pretos e olhos negros, para mim ele não era só meu amigo, ele era meu melhor amigo de infância, e temos muitas coisas em comum, Miguel faz aquele estilo Bad Boy romântico que todas as garotas desejam, eu e ele nos conhecíamos desde o primeiro ano, ele era o único que me entendia, pois ele também não conhecia o pai, ele era de classe media alta, não rico, as garotas sempre olhavam torto pra ele como se dissessem, porque você anda com ela você é tão gostoso, oque não era mentira Miguel tinha um corpo físico tudo de bom, ia à academia todos os dias e sempre tinha tempo para mim é o tipo de namorado ideal, mais só que ele não era meu namorado.
Hoje meu dia começou estranho, parecia que ia cair uma tempestade das fortes, meu apartamento fica em um dos bairros mais ricos de New York, sabem aqueles condomínios que tem tudo, então eu moro em um deles meu apartamento tem dois andares o andar de baixo é onde fica a cozinha sala banheiro de visita e outras coisas, e em cima tem o meu quarto, o quarto de minha mãe e o quarto de visitas.
Eu acordei em minha cama de Queen size, meu quarto era enorme a metade era dividida em três partes a primeira era onde ficava a minha cama com uma televisão tela plana de cinqüenta e duas polegadas em cima da cama tinha um quadro de fotos e do lado tinha um criado mudo com um abajur em cima o lustre foi comprado quando eu e minha mãe viajamos para Paris, a outra metade era meu closet com um monte de roupas sapatos e jóias de vários lugares, algumas vieram de Paris outras da Inglaterra e algumas bijuterias que eu achei muito fofa quando eu fui para o Brasil, eu me levantei da cama e fui para o meu banheiro tomar um banho, eu abri a torneira da minha banheira e coloquei para fazer espuma, enquanto a banheira enchia de agua eu fui escovar os dentes e pentiar o cabelo eu o prendi no alto da cabeça para tomar banho. Depois que eu sai do banho, fui vestir minhas roupas, uma calça que eu  comprei em Paris, muito linda, coloquei a blusa do uniforme e o tênis adidas,e desci para tomar café da manhã.
Minha mãe estava sentada na mesa com sua roupa de trabalho, desde que ela começou a ficar bem sucedida ela quase não tinha tempo para mim, às vezes ela tentava vir mais cedo do trabalho para fazer companhia para mim e trazia pizza ou Mc’donalds com sorvetes e Starbucks coffee e alugava uns filmes de comedia romântica, agente sempre ria muito nesses raros dias,e eu sempre aproveitava e tentava arrancar alguma coisa sobre meu pai, como uma vez em que estávamos em uma tarde de compras eu “deixei “ escapar quem era meu pai, e ela respondia  com a mesma resposta, minha querida, seu pai era um homem muito ocupado, seu trabalho exige muito dele então ele teve de partir e nunca mais voltou, minha mãe é realmente uma mulher muito bonita, seu corpo era aquele que todas mulheres lutavam para ter e ela conseguia manter a forma sem fazer um único esforço, ela tinha os cabelos pretos e olhos castanhos claros, ela nunca saiu com um outro homem alem de meu pai, oque era deprimente, tinha trinta e quatro anos, ela largou a faculdade por um ano para ter de cuidar de mim, mais quando eu fiz um ano minha avó se ofereceu para ficar comigo até o final da tarde, ela realmente é aquela mulher que qualquer um teria orgulho de chamar de mãe.
- Bom dia – eu disse a minha mãe que estava passando a manteiga em sua torrada.
- Bom dia, querida – ela disse me olhando para mim com um sorriso muito lindo – dormiu bem?
- Sim – disse me sentando a cadeira.
- Bom dia pequeno – disse Rose, ela era a empregada da casa e minha babá, sei que parece estranho mais ela não é totalmente minha baba ela cuida de mim quando minha mãe não esta presente, quando eu preciso de uma companhia ou de algum conselho eu vou até ela pois ela é minha segunda mãe.
- Bom dia – eu disse a ela enquanto colocava suco de uva, e peguei um biscoito de chocolate que Rose costumava fazer em todas as sextas-feiras, por quando terminei meu café da manhã eu me levantei para pegar minha mochila da kipling.
- Querida pega seu casaco que esta meio frio la fora – eu peguei meu casaco da Gap, ele era preto com o Gap em branco,depois voltei a sala e minha mãe estava me esperando na porta com a sua bolça e com as chaves de seu Porsche, decemos no elevador e quando chegamos no carro eu sentei no banco do acompanhante, minha mãe dirigiu até a escola, quando chegamos ela me deu um beijo na cabeça.
- Eu te amo minha flor. – disse ela
- Eu tambem te amo mãe.  

Quando eu cheguei na escola, Ataniel estava me esperando na escada com Miguel,Ataniel estava com seu jeans velho e um all star preto, Miguel estava com calça jeans escura e uma casaco preto imitando couro, realmente muito sexy.
- Olha quem chegou a minha rainha – disse Miguel, ele me chama assim desde a segunda serie quando estávamos na minha sala deitados no colchão quando ele me disse que parecia a rainha da noite, com a pele branca e com um vestido preto. – como vai?
- Vou bem – eu disse sorrindo – e vocês?
- Vou ótimo – disse ele me olhando como se estivesse perto de fazer a maior loucura de sua vida.
- Oque você esta pensando? – perguntei, ele me olhou sorrindo.
- Você já sabe. – ele disse – nos três depois da escola, no pátio da escola, vamos dar uma lição naquela líder de torcida idiota – um sorriso começou a se formar em meu rosto, a melhor companhia para se arranjar briga era Miguel e Ataniel, por isso eles eram meu amigos, melhores amigos. – bem aqui na escola tem um grupo Ed lideres de torcida elas são legais, mais uma delas é insuportável, muitos garotos que dormiram com ela nunca mais foram encontrados bem isso é estranho, mais ela me odeia e praticamente vive tentando ficar com o Miguel como se ele fosse um premio.
- Bom eu não acho uma boa idéia vocês enfrentarem essa garota. – disse Ataniel
- Elas são fracas, são apenas lideres de torcida idiotas, o mínimo que ira fazer conosco é nos arranhar, nos xingar e ainda fazer ameaças a eu vou contar pra diretora, oque no final vai acabar que não vamos nos meter em encrencas. – Miguel me olhou como se eu tivesse que tomar uma decisão agora, eu olhei em seus olhos – e claro que vamos.



                                              

0 comentários:

Postar um comentário

 

©Copyright 2011 Cabeças de Alga MS | TNB